Clínica referência em quimioterapia no Ceará esclarece dúvidas sobre o tratamento

A quimioterapia, principal tratamento para pacientes com câncer em todo o mundo, é um processo que utiliza medicamentos para destruir as células que forma o tumor. Ela pode ser administrada de diversas formas – oral, intravenosa, intramuscular, subcutânea, intratecal e tópica – e não restam dúvidas de que sua condução deve ser feita por um serviço de qualidade e confiança, devido à gravidade da doença e aos complexos mecanismos de ação dos remédios, que podem causar efeitos adversos no paciente.

O tratamento obtém bons resultados na maioria dos tipos de câncer, especialmente quando descobertos em estágios iniciais, concedendo grandes chances ao paciente que segue as recomendações médicas e comparece as sessões periódicas. Com um corpo clínico que já é referência em quimioterapia no Ceará, a  Quimioclinic esclarece a seguir alguns dos principais mitos sobre esse processo:

1. Todo paciente que passa por quimioterapia fica careca ?

A perda de cabelo durante o processo (alopécia) é comum, sim, mas nem todo tratamento vai resultar na perda completa ou parcial dos fios. Há tratamentos que não interferem nessa questão ou que causam uma perda apenas momentânea dos cabelos.

2. Quem faz quimioterapia não pode ir ao salão de beleza?

Você pode e deve se cuidar durante o tratamento, especialmente se ir ao salão de beleza fortalece a sua autoestima e é uma forma de lazer. Os únicos cuidados devem ser ao fazer as unhas – muitos médicos desaprovam, devido ao risco de infecções – e ao aplicar tinturas com químicas muito fortes, que podem causar alergias. Na dúvida, pergunte ao seu médico se ele conhece marcas hipoalergênicas e alternativas à manicure convencional!

3. Quimioterapia causa infertilidade?

Apesar de comum, a infertilidade após o tratamento não acontece em 100% dos casos. É importante, no entanto, consultar seu médico sobre a possibilidade e, caso queira ter filhos, considerar opções como congelamento de óvulos ou espermatozoides.

4. O tratamento causa enjoo e vômitos constantes?

Com o avanço dos tratamentos, as substâncias quimioterápicas causam cada vez menos náuseas e outros sintomas outrora comuns da quimioterapia. Além disso, há uma grande quantidade de remédios disponíveis no mercado que ajuda a combater esses problemas – o que resulta em um tratamento mais tranquilo e humanizado, fazendo com que o paciente possa viver plenamente enquanto faz o seu tratamento.

Para mais informações sobre o tratamento e os tipos de quimioterapia, entre em contato conosco através dos números (85) 3261.3111 | (85) 3261.5086 | (85) 99613.3211 (Claro) | (85) 98685.4193 (Oi).

Conheça nossas Especialidades